Seguidores

Google+ Followers

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Boas notícias no campo da realidade virtual (+18)

Confrades, tenho boas notícias! A vantagem de ter nascido homem é que nossa vida não é voltada apenas para a guerra de egos. Todos os dias quando acordamos e nos deparamos com os mais variados tipos de problemas e então procuramos criar soluções e tecnologias para resolver estes e facilitar as nossas vidas.

Todos nós sabemos o quanto suprir as nossas necessidades sexuais a cada dia se torna mais inviável, pois graças a prostituta mãe da nação e sua trupe, está tudo se tornando cada vez mais caro.

Nossas amigas profissionais nasceram especializadas em uma única coisa, fornecer sexo e como a matemática não é seu forte, quando aumentam seu aluguel em R$ 50,00, ela em vez de distribuir seus custos pela quantidade de serviço executados, ela adiciona esse mesmos R$ 50,00 em cada um deles, maleditas!

Procurar uma não-profissional para suprir essas necessidades, inicialmente pode ser caro e seus custos posteriores diminuídos ao longo do tempo, mas o desgaste psicológico se torna cada vez maior.

Percebendo estes problemas, grande parte de nossos estudiosos estão pensando em unir a robótica com a arte de criar bonecas sexuais hiperealistas para satisfazer nossos desejos, mas quem disse que essa tecnologia será acessível a você menino pobre que nasceu no Brasil, uma das economias mais fechadas do mundo que é pronunciada todo dia que precisamos fortalecer o nosso nacionalismo, palavra esta que é usada para não ser relacionada ao comunismo (este que é todo dia é implantado cada vez mais).

Apesar das feministas morrerem de raiva, já que hoje elas têm a importância próxima a zero, passarão a ter negativa (nem os feministos correrão atrás delas), tentarão implantar leis para proibir a prática e venda, tentando transformar os homens de bens em doentes mentais, mas não conseguirão estas proibições, já que estes robôs sairão bastantes caras e os poderosos serão os principais consumidores, pois estes terão as suas versões de luxo e farão coleções assim como fazem como carros e relógios importados.

E se depender dos governantes e seus amigos corporativistas, aí mesmo que você nunca terá uma dessas, pois ele não vão deixar você ter a possibilidade de não ter filhos, porque isso significará menos escravos para controlar e sustentá-los.

A sua única saída será comprar uma imitação chinesa fruto de um mercado paralelo de péssima qualidade que te dará alergia e quebrará no primeiro uso hardcore.

Então pobres, eu venho com uma tecnologia está ao nosso alcance e que já existe!

Prepare-se para destruir de vez a sua vida e entrar no modo zumbi máximo! Se você mora sozinho ou tem um mínimo de privacidade em casa (coisa que não tenho).

Chegou o pornô em realidade virtual. Isso mesmo! A grande mídia só fala dos oculus rift e suas aplicações para jogos, entretenimento besta e uso médico, mas omitem o fato que ele chegará por aqui custando praticamente um carro (não estou falando da imitação barata da Samsung).

Oque é preciso?

Você só precisará ter um celular que presta e aproximadamente R$ 25,00. Isso mesmo!

Para quem não conhece eu apresento-lhes o google card board!

Seu melhor amigo de agora em diante

Suas construção é simples, apenas papelão, um imã, um elástico um velcro e duas lentes biconvexas.

Caso você seja miserável e tenha bastante talento para cortar papelão ou plástico você ainda pode fazer por conta própria e apenas comprar as lentes por aproximadamente R$ 12,00. Isso é mais barato que um pacote de arroz de 5kg!

Mas aconselho fortemente a comprar um kit pronto para montagem, sem dor de cabeça e tudo estará montado em menos 5 min, você encontra aos montes e de vários modelos no mercado livre ou nos sites chineses (nem vale a pena esperar tanto).

http://lista.mercadolivre.com.br/cardboard

Os mais baratos são vendidos aproximadamente por R$ 25,00, já os mais completos (com elásticos para segurar na cabeça) saem aproximadamente por R$ 50,00.

Como funciona?

O funcionamento é simples, você coloca o celular com a câmera virada para a abertura  que tem na traseira do cardboard e como a tela do celular ficará muito próxima aos seus olhos, as lentes servirão para você ter foco na tela e perder a visão periférica assim prestando atenção só na ação. Abra o aplicativo correspondente a sua experiência, o celular começará a exibir as imagens estereoscópicas, mova o imã para calibração dos acelerômetros e pronto!

Colocando um fone de ouvido com isolamento, você terá uma imersão completa.

E funciona?

Oh se funciona!

Quanto maior a resolução do seu celular, melhor será a experiência!

Como nosso objetivo é ficar com as mãos livres, aconselho colocar elásticos no cardboard para prender na sua cabeça.

Tem algum contra?

Testei com 3 celulares, o que teve pior desempenho foi o moto G 1º geração, pois a resolução de tela dele é bem baixa para esse tipo de uso e incomoda um pouco os olhos, mas depois de um tempo você acaba se acostumando.

Aonde eu consigo o material para isso?

Tem os aplicativos nas próprias lojas virtuais de cada sistema.

Eis aqui um bom exemplo para android e iphone (caso você tenha um “achado”), infelizmente para quem é usuário de windows fone não tem esse aplicativo.

Ahhhh sports illustrated.. assim você me mata!

Para materiais com entrentenimento adulto de verdade é só jogar no google: VR pornmovies
Você verá e terá sua mente literalmente explodida depois desssas experiencias.

Um dos laboratórios mais avançados de testes de VR

Bons divertimentos!

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Como o governo te joga na pobreza.

O intuito deste post é se uma continuação do meu ultimo artigo, as vantagens de ser favelado, nele eu mostrei como a criação de uma favela que não se dá pela marginalização dos que ali moram por pura e simples segregação social, mas sim fomentado pelos próprios governantes a fim de manter um ecossistema populacional próprio de fácil manobra e controle.

Mas o que isso tem a ver comigo?
Em uma economia com uma liberdade econômica plena teríamos uma distribuição de renda -+ parecida com a da figura abaixo.


Fonte: mises.org.br/EbookChapter.aspx?id=437

Note que ainda sim existem pobres e ricos, pois diferente do que diz o pessoal retardado progressista liberal, não somos todos iguais. Pessoas têm desejos diferentes, prioridades diferentes por isso têm riquezas diferentes. E mesmo que pegássemos toda a riqueza do mundo e dividisse igualmente, logo depois surgiriam pobres e ricos novamente, por causa de suas prioridades diferentes, algumas esbanjariam e gastariam tudo que recebessem, outras preservariam seu patrimônio e outras ficariam ricas vendendo a solução das necessidades dos esbanjadores, formando novamente uma curva de Gauss.

Os governantes com mais sede de poder, deixam de apenas ser um ser de arbitragem, ficando fora do mercado com isso tendo um estado neutro, para querer fazer parte dele como um agente do mercado, oferecendo saúde educação lazer e etc. Usando o pagamento de impostos de todos para suprir a necessidade de alguns. Como não visam o lucro, consequentemente não há a necessidade de melhoria desses serviços.

Agradecendo o ladrão (o estado) que devolve às suas vitimas uma pequena parte do que lhes foi roubado, dessa maneira os súditos começam a ver no tirano uma espécie de benfeitor - Étienne de la Boétie

Como esses serviços inicialmente só atendem os mais necessitados, pois estes não podem pagar por um serviço melhor, a grande maioria (com renda média baixa para cima) continua com seus planos privados de saúde, clubes privados, creches escolas particulares e etc.

Então o que o governo faz para poder se tornar um agente ainda mais importante na vida das pessoas? Ele melhora seus serviços? Não! Ele cria leis para que dificultar a vida dos players do mercado assim eliminando a concorrência que não se adapte as “necessidades do povo” através das leis.

2) O setor privado sofre uma concorrência desleal por parte do estado. O estado é capaz de assegurar para si o mercado "mais interessante", a classe media-baixa, porque estas pessoas, uma vez subtraída a parte do fisco dos seus recursos, não possuem mais condições de buscar um serviço melhor (ou diferenciado) no setor privado. Devem se contentar com o estado que de fato se torna monopolista nesta faixa de mercado. Fonte: Estado? Não obrigado!

Assim deixando produtos e serviços mais caros com a consequência de menor liberdade individual de escolha por toda a população e puxando para seus serviços agora aquela parcela que não pode pagar por um serviço/produto privado de maior qualidade.
Exemplos: Escola, eletricidade, gás, água, esgoto e impostos e ensino superior e etc.

Não satisfeito ainda em ter em posse a população pobre e de média baixa renda, através de leis, dificultam ainda mais o mercado, tornando-o favorável apenas para seus amigos criando oligopólios, encarecendo tudo através da impressão de dinheiro para cobrir suas dívidas criadas pelos dos programas sociais, criando cada vez mais inflação, assim fazendo com que agora a aquela parcela que ainda resistia em consumir produtos privados passe a consumir os produtos estatais, pois estes já estão pagos por eles próprios, qual seria o sentido de pagar por algo duas vezes?

Com o encarecimento de tudo, o que acontece com a população, aquela que era em sua maior parte tinha uma renda média? Começam a se tornarem pobres e mais dependentes do governo. Por isso a favelização é algo tão importante para os governantes e a mídia (estes financiados por eles [através da extorsão sofrida por nós]), pois deixa cada vez mais a população dependente das migalhas dadas pelo governo e como na síndrome de Estocolmo a vitima começa a ter simpatia pelo seu agressor.

“Agora o pobre pode viajar de avião.
Agora o pobre pode cursar faculdade.”

Assim em vez de combatê-la irá defendê-la com unhas e dentes, vide a Alemanha nazista e a união socialista soviética, com investimentos pesados no incentivo à cultura e propaganda, conseguiram fazer com que seu povo cegasse, os idolatrasse como deuses e quem tivesse opiniões, ideias e se expressasse contra o governo, seria denunciado e mandado para fuzilamento ou para os campos de concentração.


A propaganda é capaz de fazer todos a sua volta amar o próprio demônio


E o que acontece com as pessoas de renda média alta e ricos?
Os que insistem em ficar em solo nacional, acabam tendo suas rendas liquefeitas através de leis de destruição de grandes fortunas decaindo pras as classes pobre e média, formando assim parte da tão desejada sociedade igualitária.
Os que conhecem a verdadeira história (não a contada pelo MEC) e economia, ao menor sinal de risco começam a sair do país antes que o governo inicie a desvalorizar a moeda local frente a outras, dificulta a emigração e começa a taxar com mais vigor as grandes fortunas. Sobrando assim no país apenas duas castas, os que trabalham no governo e os que trabalham para o governo.

Te garanto que em pouco tempo o Brasil não ficará muito diferente disso.
Adaptado de : mises.org.br/EbookChapter.aspx?id=437

Todos serão iguais, mas uns serão mais iguais que os outros, esses serão os que estarão no comando trabalhando no governo e por consequência ricos, os menos iguais serão os que trabalharão para o governo, por isso pobres e de média baixa e grande maioria. Nem os que encontram o funcionalismo público como uma melhora de vida escapará, pois esse é apenas um encarregado de manter o gado dentro do curral por isso sua ração é um pouco melhor que a da grande massa, mas nunca chegará perto aos dos governantes.

Por isso a luta não é homens vs mulheres, heteros vs homossexuais, brancos vs negros, ricos vs pobres, é o governo+sociedade contra você!

Você acordou, procurou instrução e trabalha para que sua vida melhore, eles não! Apenas esperam que os outros supram suas necessidades mesmo que esses outros também queiram o mesmo com todos produzindo nada.

Por isso lutar contra a corrente é apenas um gasto extraordinário de energia vital sem retorno financeiro, intelectual e espiritual.

Mas de quem é a culpa de você está situação atual?
Simples, de seus antepassados (pais, avôs, tataravôs e etc.) que não souberam fazer boas escolhas em suas vidas, perpetuaram a pobreza e coloca a esperança de melhora de vida em seus descendentes como você!

Quantas vezes você não ouviu ou tem na sua própria família histórias de que as pessoas tinham vários filhos para ajudar na casa, pensando que quanto mais filhos mais riqueza poderia gerar? Quando na verdade só estavam a dividir a pobreza, trazendo mais ignorância e problemas ao mundo, perpetuando esse ciclo infinito e destruindo a qualidade de vida da sociedade como um todo.

Mas o que você pode fazer para sair desse sistema atual que foi imposto a você?
Simples, aproveite todo esse ecossistema criado por eles, junte riqueza, não pague a extorsão que eles chamam de impostos e riem da sua cara dizendo que você é um contribuinte, crie patrimônio e vá para outro país com maior liberdade econômica e individual, faça como os ricos!

É uma opção egoísta? É sim, mas você não escolheu essa vida, você sozinho não será capaz de mudar a mentalidade da sociedade e seus pais foram muito mais egoístas ao te botar no mundo sem condições, eles te fizeram não querendo saber o quanto você poderia sofrer no futuro como forma de garantir sua aposentadoria, ainda tem alguma consideração por eles? Saia desse pedaço de terra podre que chama de país e faça a verdadeira riqueza lá fora! É mais fácil você cuidar deles na velhice rico do que dividir a pobreza com eles.

Então saia desse computador e vá à luta!


Best regards.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

As Vantagens de ser favelado

Um ótimo post que encontrei rodando o Facebook

COMO SURGE UMA FAVELA?

Continuam as invasões em terrenos que pertencem ao Jardim Botânico, no Rio de Janeiro. O último censo dos invasores apontou quase seiscentas moradias (dobrou em 20 anos). A conivência do executivo e órgão de fiscalização, a inação do judiciário e o incentivo de políticos populistas vão tornando o problema cada vez mais caótico.

No futuro teremos uma nova Rocinha no que hoje é o Jardim Botânico.

A favelização do Rio de Janeiro não é algo idílico, fruto de livres e voluntarias trocas, como muitos libertários pensam. A historia e a realidade são mais duras, tristes e cruéis do que se pode pensar em uma "torre de marfim".

A crescente favelização é fruto do populismo, de arranjos políticos escusos, de leniência do judiciário e de um grande arco de alianças espúrias.

O tecido urbano favelizado interessa primordialmente aos políticos, pois assim criam currais eleitorais e áreas de influência. Essa é a razão pela qual muitos vereadores e deputados incentivam invasões.

Interessa também a a favelização um contingente de moradores que, confessadamente, preferem residir nestas áreas, pois assim se encontram desobrigados de determinados encargos típicos do asfalto (são comuns as ligações clandestinas de água e luz, inexistência de IPTU, etc...).

Neste sentido, esse mesmo contingente de moradores é beneficiário por certas políticas públicas que apenas retroalimentam o modelo urbano favelizado. É um triste jogo de conveniências.

O fenômeno da verticalização da Rocinha - com prédios de até 10 andares - exemplifica bem isso, pois não se trata de um problema de miséria, mas de "cultura da favelização".

Interessa ainda aos líderes comunitário (versão do pelego sindicalista) que se beneficia de certos "micropoderes" e favores e status na favela.

Do mesmo modo, as ONGs justificam suas existências e seus eternos "programas sociais" enquanto as favelas se perpetuarem. A razão de ser de muitas ONGs é a favelização.

A banda pobre da polícia ou os milicianos consegue seu "arrego" de modo mais fácil em um ambiente favelizado, assim como os próprios criminosos se beneficiam da geografia estreita e sinuosa das favelas.

O judiciário é leniente em prover mandados de reintegração de posse e muitos processos se arrastam por décadas, tornando a favelização "fato consumado". Mesmo que se ganhe o mérito da causa, já não é mais possível a remoção de ninguém.

Existem ainda os problemas das áreas de proteção ambiental e das daquelas em que há perigo de deslizamento de encostas (morro do bumba, em Niterói, etc...)

Enfim, muitos são os fatores que contribuem para essa "cultura da favelização" no Rio de Janeiro. É preciso criatividade, determinação, diálogo e coragem para enfrentar o problema e romper com o modelo urbano favelizado.
Fonte: Rodrigo Mezzomo
O texto é mais do que completo, mas para os analfas que caem de paraquedas ou querem difamar (tragam-me mais acessos) recortando pequenos trechos do texto, vou complementá-lo com algumas fotos, já que uma foto vale mais que mil palavras.

No asfalto é de R$ 25,00 a R$ 40,00 no morro? De graça!
Perdeu sua identidade? No Detran é R$ 30,00, mas na favela é de graça!
As diversões para os catarrentos são caras? No morro é de graça!
Fonte: http://www.rj.gov.br/web/imprensa/
Tá de férias, as crianças em casa enchendo a paciência para levar em um lugar de diferente? Sem problemas, temos piscinas públicas para os moradores das comunidades.

Sou um pretinho gostoso...
Fonte: Imprensa RJ
 E você aí ainda pagando para frequentar clubes tsc, tsc...

*゚¨゚゚・ ♫*:..。♡*゚¨゚゚・*゚¨゚゚・ ♫*:..。♡*゚¨゚゚・ Pausa tipo Orkut *゚¨゚゚・ ♫*:..。♡*゚¨゚゚・*゚¨゚゚・ ♫*:..。♡*゚¨゚゚・

É viado não sabe o que fazer? Tem curso de cabeleireiro, maquiador, corte e costura, militância LGBTuvwxyz e dança tudo de graça!!

As divas da favela.
Se solta bicha! Ser viado é bonito!
Fonte: http://www.papodecinema.com.br/

É pré-marginal (sem passagens) e não sabe o que fazer? Entre em um curso de capoeira ou MMA ou qualquer outra arte marcial para se especializar em roubar suas vitimas, não tem o ringue? Faça das próprias vielas de um, rapidinho o governo vai ver os quão desamparados são para providenciar algum.

Um belo espetáculo dos gladiadores do século XXI
Fonte: Rádio Globo

Quer dá a desculpa que está fazendo uma arte marcial para virar atleta? Entre nos esquemas de lavagem de dinheiro e receba para praticar karatê, taekwondo ou judô.

Fica bonito na foto e ainda traz mais patrocinadores para o profissional (que não dependeu de assistencialismo governamental).
Fonte: Consulado dos EUA - RJ

Ainda na área dos esportes, construímos piscinas olímpicas para formar novos atletas na área de natação esportiva, rítmica! Aproveite você também!

-Dessa vez vamos levar o ouro!
Ihh! Ohh produção!! Botou a imagem errada, tira isso daí!
Fonte: Jornal Extra

Seu corpo não aguenta esportes, não gosta de contato físico e prefere máquinas a pessoas? Tem curso perfeito para você! Curso completo de Informática e de graça! Só não reclame depois que seu vizinho bota uindus mais barato do que você.

Aprenda comigo a montar um PC em um gabinete air-cooled.
Fonte: UPP RJ

Se ainda está na dúvida do que fazer e seu negócio não é luta e nem informática, mas nasceu para a malandragem temos cursos para você também! Traga mais turistas para esse zoológico a céu aberto e aperfeiçoe sua arte de enrolar gringos falando na língua deles! E o custo? De graça!

Aprendendo inglês com americanos, nem pagando caro você consegue isso no asfalto.
Fonte: Imprensa RJ

Já sei, se nada te agradou até agora e não mudou seu pensamento, vou fazer você mudar de expressão agora.
Não aguenta mais viver com os mijões, os porcos comedores de lixo, urubus, ratos e valões e decidiu sair da favela.
Tá pensando em melhorar de vida saindo de consumidor do sistema para se tornar mais uma engrenagem? Já tenho a dica perfeita para você!
Estude para concursos em uma das nossas bibliotecas estaduais/municipais inteiramente de graça!

É ainda melhor que a biblioteca daquela uniesquina que você paga todo mês e não frequenta.
Fonte: Imprensa RJ
Pagar por plano de saúde? Pra quê? Vá a uma clinica da família, é 0800 e o ar-condicionado é melhor do que o que você comprou do vizinho e botou no gato. Precisa de remédios? Pegue na farmácia popular! Também tudo de grátis, o atendimento é diferenciado para as mães e bebês.

Mantendo as human farms em funcionamento.
Fonte: Rio RJ notícias

Ah já ia esquecendo, enquanto no asfalto uma rua pode ficar esburacada por meses, no moro há sempre revitalizações, obras e mais obras para a melhoria da vida dos moradores dos mais variados tipos de iniciativas sociais e ambientais como uma que você pode ver logo abaixo.

Governador do RJ e Cultivo de espécies nativas da Mata Atlântica, ahan sei...
Fonte: http://www.vozdascomunidades.com.br

Coincidência? Você decide!
Fonte: http://tnonline.uol.com.br/

Minha nossa! 25 mil mudas anuais! E você aí se ferrando por não ter networking...

Mas Pobre Sofredor, você deu várias alternativas de programas sociais, mas não de como ganhar dinheiro. Bem aí vão as várias alternativas para você conseguir uma grana para seu churras de aniversário na laje, regada a muita Itaipava e dollynho para as crianças.

1- Bolsa Alimentação – voltado a crianças de até 6 anos, gestantes e mães no período de amamentação até 6 meses, em famílias com até meio salário mínimo per capita, destinando-se R$15,00 por crianças, até o número de três;
2- Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) – voltado a crianças de 7 a 15 anos envolvidas com trabalho insalubre, penoso ou degradante, em famílias com até meio salário mínimo per capita, sendo destinados R$25,00 por criança na área rural e R$40,00 na área urbana;
3- Bolsa Escola – voltado a crianças 6 a 15 anos em famílias de até meio salário mínimo per capita, destinando-se R$15,00 por crianças, até o número de três;
4- Auxílio Gás – Voltado a famílias de baixa renda, compensadas pelo fim do subsídio ao preço do gás de cozinha devido à abertura do mercado de combustíveis, sendo destinados R$7,50 por mês, pagos bimestralmente em parcelas de R$15,00;
5- Programa Brasil Jovem (Agente jovem de desenvolvimento social e humano) – Voltado a jovens de 15 a 17 anos residentes em comunidades com renda familiar per capita de até meio salário mínimo, destinando-se R$65,00 por mês;
6- Bolsa Qualificação - voltado ao trabalhador com contrato suspenso, devidamente matriculado em curso ou programa de qualificação profissional oferecido pelo empregador, destinando-se um valor calculado com base nos últimos 3 salários;
7- Benefício de prestação continuada (BPC/Loas) - voltado a idosos a partir de 67 anos e portadores de deficiência com renda per capita inferior a um quarto do salário mínimo, destinando-se um salário mínimo;
8- Renda Mensal Vitalícia - voltado a idosos com mais de 70 anos ou inválidos sem meios de subsistência, nem amparo, destinando-se a estes um salário mínimo.

Pronto tá aí a solução! É só encher a casa de filhos, idosos e deficientes/inválidos que você já garante uma renda maior que muito formado por aí.

Lembre-se que o salário mínimo em 2013 era de R$ 678,00


`·.¸¸.·´´¯`··._.·`·.¸¸.·´´¯`··._.· Outra pausa tipo Orkut `·.¸¸.·´´¯`··._.·`·.¸¸.·´´¯`··._.·

Caso não se acostume com os tiroteios causados por desentendimentos dos arregos, você ainda pode descer um pouco o morro/sair do mangue, mas irá pagar o preço da desfavelização (pagar água, gás, IPTU condomínio e a taxa para o traficante/milico local)  ao comprar um apartamento (feitos de areia [Palace II manda lembranças]) nas Cohabs do minha casa minha dívida, pequenos apertamentos com preços acessíveis para sua grande família.
Pobretões felizes com a nova dívida
Todo mundo feliz com a nova dívida e em dividir o mesmo quarto.
Fonte: Caixa
Isso explica muita coisa, como ser favelado virou um estilo de vida, da onde vem tanta alegria, porque chamam a dentuça quadrilheira de mãe, não existe crise e etc.
Eles tem tudo de "graça" à custa do resto da população, porque iriam querer mudar de vida? Ter que pagar tudo quanto é tipo de imposto e não receber mais seus benefícios? Nem se quer cogitam em pensar que o dinheiro não vem do nada e que não há ninguém por traz pagando muito caro (toda a população) por algo que não pode nem usar, a ostentação aqui é ser destacado nem que seja de modo escroto, por isso MCs atualmente consegue milhões de acessos com a babuinice esbanjada para seus seguidores.

No bloco da Dilmão só no vai quem já morreu. (paga eu p****!)
Fonte: Uol
É uma pena que eu tenha nascido com cara de rico, pois depois desse post até eu estou pensando em me mudar para algum morro.

Então é isso!

Se você acha que tem valor intrínseco apenas por existir (ideal esquerdopata) vá lá você também, vire um favelado e viva de graça você também!

Farewell!