Seguidores

Google+ Followers

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Retrospectiva 2015 e planos futuros

Post atrasado, era para ter saído no começo da semana, graças a indisponibilidade da minha internet (nada funciona direito no br) estes dias só consegui continuar com o artigo hoje. FELIZ NATAL ATRASADO!

Bem pessoal essa é a minha retrospectiva do ano de 2015, no ano passado não pensava em ter uma meta, passei o ano todo deprimido, mas mesmo assim, consegui pequenas realizações que eu tinha me proposto a partir do término com minha ex., já conhecia os PUAs desde 2009, mas sempre achei um curso de clown voltado para sedução. Com o término em 2013 voltei a ter contato com eles e consequentemente com o movimento da real, os doidos honrados e os revoltados. Entendi o conceito de desenvolvimento pessoal e comecei a voltar a pensar de modo parecido de quando eu não estava envenenado por dopamina, feniletilamina e outros hormônios da paixão.

Enfim, em 2014 emagreci 8kgs, terminei lendo 7 livros, consegui um emprego ganhando mais de 2k, dei uns pegas na recepcionista da antiga empresa (muito melhor que minhas ex-namoradas) hahaha. Achei que estava rico e gastei com o que não devia.

O ano de 2015 foi ruim para todos, na minha vida, meus sisos voltaram a querer sair. Passei o ano todo sentido dor e eles ainda nem terminaram de sair. Os malditos estão virados para fora e me dão muito trabalho para escovar.

Passei praticamente seis meses desempregado. Nessas horas que você descobre quem realmente são seus amigos. Só consegui emprego graças a indicação de um amigo. Apesar do meu currículo ser ótimo parece que os querem para fazer de rascunho, pois das centenas que entreguei e dos milhares que mandei, só fui chamado para UMA entrevista pagando miséria e mesmo assim não passei graças a sua dinâmica de grupo ridícula.

Só terminei 3 livros, dois por obrigação, pois comprei achando que seriam legais que aliás eu os tinha começado no ano passado.

Além dos bares tocando samba e sertanojo universiotário nos fins de semana, vizinho drogado berrando a noite toda, mudou-se para cá uma família de retardados (mãe e filho, raramente aparece o pai e o irmão [Normais]) que 6hs da manhã já começam a berrar e vão até as 18hs que é a hora que vão dormir, ou seja, passo a noite em claro e de dia não tenho como tirar um cochilo.

Nem frequentei a casa das primas este ano, não peguei ninguém! Nem me lembro do que fiz no carnaval, provavelmente nada, minha memória anda muito ruim pela falta de sono.

Não fiz exercício, parei com a dieta, engordei 2 kgs e a indisposição está me matando.

Peguei uma sarna braba por causa desse emprego de 2k além do stress do próprio serviço que ferrou minha saúde em todos os sentidos, fui obrigado a pedir demissão duas vezes, a primeira no término de contrato, a maldita passou a perna em todo mundo e graças a CLT me ferrei com metade do salário no começo do ano. Ou era pedir demissão para ficar na próxima ou continuar nela para ser demitido logo em seguida.
A segunda vez, foi pela acumulação de tudo, a escrotidão dos contratantes em acobertar as safadezas das empresas, a filha da putagem de atraso de salários constantes, o aumento de trabalho exponencial sem aumento de salário e etc.

Sites de empregos aparecia vagas no meu perfil a rodo, todas pagando quase o dobro do que eu ganhava (minha carteira foi assinada com cargo errado para minhas atribuições ainda por cima em sindicato errado), estava fazendo um curso para concurso, já que estavam próximos de sair seus editais, nada mais lógico do que meter o pé do inferno e procurar outro.

Foi só sair para um dos concursos que eu estava visando ser cancelado, outro que já tinha pago ser suspenso e as vagas sumirem. Nada na vida do pobre converge para o sucesso.

Cai na real que certos amigos só se aproximavam de mim para me usar. Caí na real que tinha uma mulher que estava fazendo o mesmo. Cortei várias amizades e relações improdutivas, agradeço ao realismo da minha mãe, sem ela não teria percebido isso, foi uma das melhores coisas que fiz.

Projetos para 2016

Meta Razão Prazo para iniciar
Botar aparelho O espaçamento entre meus dentes superiores e a sobreposição dos inferiores deixa com uma aparência de caipira.
Não é possível ser bonito com dentes tortos.
Médio (3 a 6 meses)
Até arranjar um emprego definitivo (Manutenção mensal, cara no RJ).
Ir ao dentista e tirar os sisos A dificuldade de escovação deles me incomoda muito. Indefinido
Provavelmente eu faça no mesmo período que for colocar o aparelho.
Malhar e fazer dieta
Ter disposição, estar de bem com o próprio corpo.
Somente com um corpo são é possível ter uma mente sã.
Mens sana in corpore sano.
URGENTE (é de graça)
Virando o ano eu refaço a agenda de exercícios e dietas nos aplicativos.
Entrar em uma academia de artes marciais. Estou pensando fazer em karatê kyokushin. Caso venha um playboy jujiteiro me perturbar saberei como o apagar com um único chute. Longo (6 a 12 meses)
Até arranjar um emprego definitivo (mensalidade muito cara no RJ).
Se sobrevivi até hoje sem, não será hoje que morrerei de bobeira.
Curso de Inglês
Para meu atual trabalho é preciso, para meu plano de imigração também.
Não tenho segurança para falar com estrangeiros o Duolingo não me trás essa segurança.
URGENTE (quanto antes melhor)
Preciso de um emprego fixo!
Comprar um óculos mais estiloso Meus óculos não tem personalidade, nem entre os nerds eu me destaco. Médio (3 a 6 meses)
Apesar do meu grau ser de fundo de garrafa consigo fazer ele barato no centro do RJ.
Pode ser uma das primeiras metas a serem cumpridas.
Comprar lentes de contato Só quem usa óculos sabe o sofrimento é de usar em qualquer que seja o tipo de evento, pedir para os outros guardarem porque sujou, embaçou e etc. Na hora da conquista é escroto e na hora de virar os zoínhos você perde a melhor parte.

Uma caixa vem com 3 pares e custa menos de R$ 100,00
Como meus graus são bizarramente diferentes compro duas caixas, como vou usar só nos fins de semana a durabilidade será de no mínimo 3 meses (já conversei com gente que usa direto um par por 2 meses [não sou louco, cuido da minha saúde]).
Médio (3 a 6 meses)
200 reais é nada para uma melhor qualidade de vida.
Realizar uma operação para a correção de grau nos olhos. Se livrar de qualquer tipo de correção é o meu desejo.
Ser cegueta dá muito trabalho e é muito ruim.
É preciso dá 15 de descanso para cara vista.
URGENTE (provavelmente realizável só em 2016)
Conseguir um emprego estável ou ficar desempregado de novo. A grana eu já tenho.
Ler 6 livros Conhecimento nunca é demais. Longo (6 a 12 meses)
Essa vou bater fácil.
Tenho 4 livros físicos e mais 2 indicações online na lista. Pelo tamanho deles dá para ler um por semana.
Arranjar um emprego pagando mais de 1.6K 1.6k não é salário para um chimpa que já comandou piões de obra e é formado. URGENTISSIMO!!!!
Quase impossível de bater.
Do jeito que está nosso pais eu devo agradecer a d-us todos os dias por ter essa oportunidade, mesmo que temporária.
Morar Sozinho Vou morar mesmo que seja em um morro, não aguento mais a chimpanhada de casa. Não tenho o mínimo de privacidade, me atrapalham em tudo que eu faço ou penso em fazer, a vizinhança é tão barulhenta quanto de qualquer favela. Perco em dinheiro, mas ganho em qualidade de vida. URGENTE
Só depende do item anterior, sem um bom salário, não há possibilidade de morar sozinho.
Fazer um mestrado Professor universitário ganha bem.
Tem duas férias por ano.
Não tem a perturbação que teria se fosse dá aula para ensino médio ou fundamental.
Estabilidade tácita.
Médio (3 a 6 meses)
Só consigo começar na metade de 2016.
Preciso de um emprego que me pague bem, pois conseguir de graça e ainda um bolsa para estudar é praticamente impossível.

Bem essas são minhas metas para 2016, como podem ver a grande maioria só dependem do aumento de capital do meu salário, sem ele 60% das minhas metas não serão batidas. É um numero em tanto!

Graças ao networking consegui estender minha estadia no trabalho, então estou empregado temporariamente até ao carnaval, antes disso eu já vou mexendo os pauzinhos,  apesar da economia continuar em frangalhos, 2016 promete, meus anos de bonança e infortúnios são intercalados, agora que tenho uma mente milionária serei capaz de fazer muito mais coisas que nos anos anteriores.


Até mais, feliz ano novo a todos seguidores do blog! O próximo post agora é só ano que vem!
Valeu abraços!!

Farewell!

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Review: Os Segredos da mente milionária

Comprei esses dias o livro os segredos da mente milionária, graças às indicações dos amigos da blogosfera financeira. Sempre citado com elogios, fiquei curioso ao saber o quanto este livro tem de diferente para todo mundo e o porquê deles dizerem que ele é tão bom.

O livro é bem pequeno, terminei ele em 3 dias, isso só lendo no trajeto de casa/Trabalho e trabalho/casa.

Na parte 1, achei bastante confusa a sua introdução, não sei se foi por erro de tradução ou se o original é do mesmo jeito, existem partes que é preciso ler três vezes para ter certeza que não leu errado, mesmo assim não se acha sentido algum. Usa muita misticidade para explicações óbvias, usando a lei da atração (O Segredo) e pensamento positivo.

Em vários momentos o autor, descreve exemplos negativos que nos faz esquecer um pouco do que o texto está propondo.

Ele tenta desconstruir seu modo de pensar, usando ditados populares, há algumas frases que contrapõe o que ele diz, pois o ditado está realmente certo. E todo momento ele cita os casos de sucesso em seus seminários.

O melhor remodelamento do pensamento nesta parte 1 se trata da análise do seu passado, o entendimento do porquê você está nesta situação hoje e rever seus conceitos a fim de mudar. Isto para refazer sua programação mental para mudar os seus pensamentos, assim como sentimentos, ações e consequentemente os resultados.

Com isso toda a introdução só começa a fazer sentido a partir da vigésima página. Onde ele deixa um pouco o misticismo de lado e pega a parte mais concreta do recondicionamento mental.

Na parte dois o autor descreve os 17 arquivos da riqueza, que são na verdade vários recondicionamentos do seu modo de pensar. No arquivo um (As pessoas ricas acreditam na seguinte idéia:"Eu crio a minha própria vida". As pessoas de mentalidade pobre acreditam na seguinte idéia: "Na minha vida, as coisas acontecem".) não fala mais do que o óbvio, mas que muitas pessoas não se tocam que as pessoas ricas não esperam acontecer, elas fazem, pois sabe que sua riqueza só vira de suas ações tomadas. Apesar do arquivo está certo, ele conflita com o que o autor acabou de escrever algumas paginas antes, sobre a lei da atração e pensamento positivo. Resumindo, quem transfere a culpa do próprio fracasso e usa do vitimismo nunca vai ser rico(a)!

Não é só pensar: Eu tenho uma mente milionária. É preciso agir. Nada vai cair no seu colo só porque pensou positivo.

Arquivo 2 (As pessoas ricas entram no jogo do dinheiro para ganhar. As  pessoas  de  mentalidade  pobre  entram  no  jogo  do  dinheiro  para  não  perder.), 3 (As pessoas ricas assumem o compromisso de serem ricas. As pessoas de mentalidade pobre gostariam de ser ricas.),4 (As pessoas ricas pensam grande. As pessoas de mentalidade pobre pensam pequeno) e 5 (As pessoas ricas focalizam oportunidades. As pessoas de mentalidade pobre focalizam obstáculos.) estão certíssimos, convivo com pessoas que pensam e agem exatamente como estes arquivos os descrevem.

No 6º arquivo (As pessoas ricas admiram outros indivíduos ricos e bem-sucedidos. As  pessoas  de  mentalidade  pobre  guardam ressentimento de quem é rico e bem-sucedido.) ensina que devemos ter inveja branca dos ricos, admirá-los por ter chegado aonde chegaram e tentar igual. MAS o livro só foi traduzido e mal adaptado a nossa realidade, pessoas ricas não são boas pessoas, para se ter sucesso aqui no BR é preciso muito jogo de cintura, o rico só é amável com outro rico, pois pode ali ver outra pessoa com pensamentos parecidos e com quem pode trocar ideias, como seria possível você fazer amizade com que não tem afinidade? É bem parecido com o que acontece com pessoas religiosas da mesma congregação, mas vá colocar elas para dialogarem pessoas de alguma igreja diferente que os conflitos logo aparecerão, imagine a confusão entre religiosos e não religiosos então. É igual a juntar corintianos e palmeirenses. Por essa razão você vai ver mais a frente porque é praticamente impossível realizar o que o arquivo se propõe.

7 (As  pessoas  ricas  buscam  a  companhia  de  indivíduos  positivos  e  bem-sucedidos. As  pessoas  de  mentalidade  pobre  buscam  a  companhia  de  indivíduos  negativos e fracassados.) - É meio que uma continuação do anterior. Nós aconselha a se afastar de quem pensa de forma negativa e se aproximar de pessoas ricas para assimilar o jeito que elas pensam.

Repito novamente, é um arquivo quase impossível de se botar em prática, mas se infiltrando entre os ricos, simulando seus comportamentos é bem capaz de sair ótimas parcerias de trabalho e um bom networking.

A dica mais importante é: AFASTE-SE DAS PESSOAS/SITUAÇÕES QUE SÓ TE PUXAM PARA BAIXO.

Só fazendo isso sua vida irá melhorar 100%

No arquivo ele descreve mais ainda a mentalidade do pobre. ou seja 99% dos brasileiros. Só reforçou o que eu já pensava disso.

Aqui sim vale a pena citar a lei da atração, mas voltado a questão de afinidade, quanto mais pessoas positivas você se aproximar, mais positivo você irá ficar.

8 (As pessoas ricas gostam de se promover. As    pessoas    de    mentalidade    pobre    não    apreciam    vendas    nem    autopromoção.) - Eu já fiz um artigo sobre isso, não é seu conhecimento e técnica que irá te trazer o sucesso, mas sim a propaganda de você mesmo(a) com os outros. Quantas vezes você não comprou um produto por indicação e o mesmo não era aquilo que esperava? Quando seu produto ou serviço não é bom, invista em propaganda, uma ótima campanha de marketing muda tudo.

Autopromoção você faz até quando vai conseguir um emprego, pense em seu currículo como uma propaganda sobre um produto que nesse caso é você.

Procure materiais de autopromoção, se sua parte física estiver ao seu favor, não terá entrevista que seja capaz para você, todas serão fichinha para passar.

9 (As pessoas ricas são maiores do que os seus problemas. As pessoas de mentalidade pobre são menores do que os seus problemas.) – Certíssimo, para tudo na vida temos uma solução, só não achamos ainda a da morte.

10 (As pessoas ricas são excelentes recebedoras. As pessoas de mentalidade pobre são péssimas recebedoras.) - Você não se acha merecedor? Receba assim mesmo, pessoas de fora entendem sua competência melhor do que você. Se estão te dando, aceite mesmo achando que não precise, logo, logo você terá uma utilidade e rapidamente virão outros presentes.

11 (As  pessoas  ricas  preferem  ser  remuneradas  por  seus  resultados.  As  pessoas  de mentalidade pobre preferem ser remuneradas pelo tempo que despendem.) - Aqui eu percebo que o Flávio augusto, autor da geração de valor, se inspirou para fazer seu livro. Pobres vendem tempo, tempo é algo limitado, então você não consegue multiplicar o alcance de suas vendas, diferente de um produto ou serviço onde não é preciso que você esteja desprendendo seu tempo executá-los e sim terceiros que vendem os seus tempos e vida a você.

12 (As pessoas ricas pensam: "Posso ter as duas coisas". As pessoas de mentalidade pobre pensam: "Posso ter uma coisa ou outra".) - Concordo, mas em partes, não ter foco é um problema, começar várias coisas ao mesmo tempo a chance de não terminá-las é muito grande. Só aconselho fazer várias coisas ao mesmo tempo quando te demanda um esforço mínimo e não o impacta nos outros afazeres. Por exemplo, escutar um podcast ou ler um livro de seu interesse durante o trajeto casa/trabalho.

13 (As pessoas ricas focalizam o seu patrimônio líquido. As pessoas de mentalidade pobre focalizam o seu rendimento mensal.) - Perfeito! Aliás quanto é o seu patrimônio?

14 (As pessoas ricas administram bem o seu dinheiro. As pessoas de mentalidade pobre administram mal o seu dinheiro.) - A parte mais inspiradora, com a melhor forma de administrar seu dinheiro.

Consiste em dividir seu patrimônio em várias contas diferentes, por exemplo: 10% para a poupança e despesas a longo prazo (minha modificação), 10% para instrução financeira, 10% para diversão e 50% para as contas e 10% para doações.

No meu caso eu trocaria para 0% doações (o governo já me extorque 40% do meu trabalho e dentro das justificativas tem a caridade, então não é mais que o obrigação dele fazer isso) 50% para poupança, 15% diversão, 30% para contas e 5% para instrução financeira.
ou você controla seu dinheiro ou ele o controlará.
15 (As pessoas ricas põem o seu dinheiro para dar duro para elas. As pessoas de mentalidade pobre dão duro pelo seu dinheiro.) – Bote seu dinheiro para trabalhar por você, trabalhar com conta própria e fazer investimentos o torna financeiramente muito mais rico do que vender seu tempo para os outros. Nada mais que o óbvio.

16 (As pessoas ricas agem apesar do medo.As pessoas de mentalidade pobre deixam-se paralisar pelo medo.)- Concordo e discordo, às vezes é bom ter medo para não fazer burradas, por exemplo, do que adianta você não ter medo e ir à velocidade da luz para o fracasso por ter apostado todas as fichas em uma furada. Diferente do livro eu acredito que devemos levar a vida igual a um jogo de xadrez cada jogada deve ser bem pensada, se você não sabe jogar será fácil tomar um xeque mate, se for um jogador mediano você irá fazer vários xeques, mas poucos mates, mas se você for um mestre xadrezista seus xeques-mates serão constantes. Mas para isso acontecer, será necessário bastante estudo e treinamento.

Se você não está sentindo dificuldades na sua vida significa que não está se esforçando o suficiente.
Você só poderá crescer de verdade se estiver fora da sua zona de conforto.
17 (As pessoas ricas aprendem e se aprimoram o tempo todo.
As pessoas de mentalidade pobre acreditam que já sabem tudo.
) - Concordo, mas este é só mais outro capítulo enchedor de linguiça.

No final de cada capítulo, declare a si mesmo:

Eu tenho uma mente milionária!
Para nunca esquecer!
O que ele não deixa claro e que confirmei lendo este livro, é que o ser humano não passa de um simples animal passivo de treinamento. Que sua programação é dada por vários tipos de exemplos e valores impostos pelos outros desde o seu nascimento e que a pessoa só sente vontade de mudar a partir de alguma grande insatisfação, mas como uma mudança de pensamento as vezes é mais difícil que realmente executar as ações necessárias para essas transformações, elas preferem somente lamentar. Leia novamente o primeiro arquivo e perceba que a mudança de sua vida só depende de você.

Conclusão

Dou uma nota 3/5 para o livro.

O livro consegue entregar o que se propõe se não fosse os deslizes tragos pelos exemplos ruins na parte 1, o livro poderia ser muito mais inspirador. A insistência em citar seus seminários me gerou certo incômodo, pois pareceu que o livro é apenas um material de propaganda de sua empresa e cursos. O livro ficou bem raso apesar de suas 150 paginas, recortando só as partes importantes não daria 40, mas mesmo assim recomendo aqueles querem sair da pobreza, mas não fazem ideia do que fazer, mesmo para aqueles que acham que já sabem tudo, eu recomendo o ler, eu mesmo fiquei impressionado com o modo de pensar inserido em alguns arquivos, peguem materiais relacionados a negócios, como podcasts, vídeos de entrevistas, revistas e etc. Você vai acabar percebendo que o modo de pensar deles é exatamente o descrito no livro, sua mente chega a explodir.

O mestre PUA do dinheiro. Em vez de conquistar gatinhas, você irá conquistar verdinhas!

Farewell


PS: Apesar de ser barato cerca de R$20 é fácil de encontrar em sebos e PDFs na internet. A ideia central do autor, assim como vários outros é distribuir um material incompleto de graça ou quase como material de propaganda para atrair interessados aos seus institutos que dão os cursos e palestras. Só com o conteúdo exposto no livro já e possível fazer muita coisa!

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Meu "novo" trabalho

Nos posts anteriores, eu já citei que consegui um trabalho temporário terceirizado e sem chances de efetivação, graças à indicação de um amigo. É a segunda vez que consigo emprego desta maneira e provavelmente será apenas mais um de muitos. “Não se trata do que você sabe, mas de quem você conhece".

Levei um tempo para escrever esse texto para deixa-lo o mais completo possível, mostrando meu ponto de vista da organização e do negócio, já que prevejo que mesmo bajulando e fazendo contatos dentro dela, estes não irá me trazer benefícios de imediato estou finalizando meu período de estadia aqui e não tenho perspectivas de continuação.

Bem, vamos falar do emprego!

Hierarquia
Uma coisa bizarra que não deveria existir faz tempo é ter uma pirâmide organizacional inchada. A percepção que tive neste pouco tempo de trabalho é a existência de gerentes, gerenciando outros gerentes que gerenciam outros gerentes que gerenciam coordenadores, supervisores e ainda líderes de equipe, ou seja, gente para cacete. O que me deixa mais abismado é a quantidade de pessoas do sexo feminino nos cargos de chefia.

Enquanto os gerentes que veem tratar do negócio aqui em sua grande maioria (posso dizer que seja mais de 90%) são homens, no local onde trabalho isso se inverte.

Deve ser pela política da empresa em realizar a inclusão de "minorias" a fim de manter a diversidade dentro da empresa, mesmo que essa pessoa não gere valor a mesma.

Como é de conhecimento geral, mulheres gostam de falar, e muito! Então o que elas fazem para mostrar serviço? Reunião todos os dias, o dia inteiro. E o pior, saem das reuniões sem ter nenhum tipo de conclusão, resultando em o que? Mais reuniões para definir o que não conseguiram definir na anterior, assim ficando nesse ciclo infinito.

Não é só na empresa que trabalho que acontece isso, se você parar em um dia de semana em frente ao prédio manchete (não, não trabalho lá hahaha) e observar o 1º andar, tem uma sala de reunião. Adivinha qual o gênero que mais compõem essas reuniões? Se você pensou em mulheres, acertou!

Chimpas comandando chimpas infinitamente!

É fora do comum a quantidade de gente ociosa na empresa que trabalho, pois pode-se assim dizer que o serviço é tão dividido que o tempo que sobra as pessoas vão tratar de suas futilidades diárias.
Como mexer no Facebook, WhatsApp, pedir pizza, fazer mini festas quase todos os dias.

Provavelmente deve ser comum em multinacionais que só sobrevivem graças ao estado (pelo menos aqui é assim, não sei quanto ao exterior). Empresas pequenas ou que precisam competir por clientes nunca que iriam manter uma hierarquia tão absurda. Quando trabalhava no ramo de construção, nos contratos eram só os piões, encarregado e engenheiro responsável, fora do contrato era só os donos, chefes dos setores e empregados. Mesmo dependendo mais de 70% do estado. Ou seja, uma hierarquia bem enxuta e eficiente.  Chega a ser um absurdo a cadeia de comando daqui, o terceirizado que é mandado pelo empregado que é mandado por um líder de equipe, que é mandado por um supervisor, que é mandado por um gerente que é mandando por outra gerente e assim ao infinito e além.

Meu serviço 
Ser o chimpão terceirizado que é comandado por uma porrada de gerentes, faz o serviço geral, mal pago, mas que não chega a ser o chão da companhia, pois tenho terceirizados abaixo de mim.

Trabalho sozinho então não dá para fazer o tempo passar conversando. As pessoas só me veem pedir as coisas o que me deixam muito puto. Para festinhas e happy hours nunca sou chamado, só vem um pentelho de um estagiário que vive me dando trabalho, conversar besteira comigo. Pelo menos não almoço sozinho, tenho companhia de um pessoal que só tenho contato quando chego e quando saio (nem isso tive hoje).

Só fui contratado para resolver os problemas que os outros funcionários criam, por exemplo: todos os irresponsáveis de um setor saem para almoçar, deixam a sala trancada e outros seres iluminados precisam entregar ou retirar itens de lá. Adivinha quem chamam? Eu, ou para enviar um chaveiro ou para eu mesmo ir lá se eu tiver a copia da chave do local.

As pessoas vêm me pedir as coisas na maior doçura do mundo. Quando eu puxo assunto com elas fazem cara de paisagem e demonstram desconforto em seus semblantes (acontecem principalmente com as gerentes).

Comportamento organizacional 
Por ser uma multi, a todo momento eu tenho contato com a língua inglesa, isso no sistema que uso, alguns procedimentos que faço e etc., mas não justifica o falatório entre os chimpas trocando expressões em português por inglesas mal faladas.
Chega dar nos nervos a pronúncia deles o dia todo. É difícil falar impostos em vez de taxes?
Estagiário ganha bem o suficiente para viajar para o exterior durante as férias.
O pessoal tira várias pausas durante o dia, seja para festinhas, como ficar falando no celular seja lá com quem.

Mulheres
Não fogem ao estereótipo de escritório, algumas são bem bonitas tipo nota 7/10, mas apesar de eu não ser feio, demonstro não ter chances. Não há gerentes ou líderes de equipe do sexo feminino bonitas, a hipergamia não existe já que as chefonas por inveja e recalque não vão deixar as bonitas subirem de cargo.

A empresa parece mais um local de assistencialismo do que fazer dinheiro. Vejo muitíssimas gravidas, pedidos de reembolso de creches, planos saúde, passagens aéreas (se lembra das reuniões?), táxis e pasmem até conta de internet fixa, sem zoação.

Depois elas reclamam que a empresa não dá nem um peru de natal.

Homens
Normal, são muito mais educados que as mulheres, pelo menos eles me dão bom dia e boa tarde, seja de hierarquia inferior ou superior.

Conclusão
Pensar que uma empresa dessa irá se manter por muito tempo do jeito que está é ser muito idiota, só hoje a vendo de dentro pra fora, percebo porque seu processo seletivo de trainee é feito para escolher apenas seus amiguinhos, já que o cliente principal da organização é o governo e quem faz o serviço real são os terceirizados.

Não reclamo deste emprego, pois pela primeira vez eu acho que estou ganhando um salário justo para as minhas funções, até escrevi o esboço desse post quando estava no horário de trabalho.

A reunião de hoje foi bastante produtiva

É isso pessoal, enquanto há empregos onde você dá o sangue pela empresa para receber miséria, Há outros que não se faz nada literalmente e pagasse muito bem.

Meu próximo passo é procurar eventos onde os ricos frequentam, acabei de ler Os segredos da mente milionária e pretendo botar vários arquivos em prática, provavelmente o próximo post será um review do mesmo.

Abraços!

Farewell 

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

A burrice e a morosidade dos brasileiros

Há um tempo eu queria escrever sobre esse assunto, mas me faltava parar para escrever junto a uma experiência pessoal.

Hoje chegou esse dia, pois foi um daqueles que as bizarrices resolvem acontecer ao mesmo tempo.

Dia normal no RJ, acordo com o noticiário falando sobre mais uma operação em alguma favela no subúrbio, nada de diferente. Vou para o computador ler as noticias e tomar meu café, visto-me e vou ao trabalho.

Chegando ao ônibus, aprece a primeira ocorrência. Um néscio tinha passado o seu bilhete único, mas demorou em passar na catraca, o sistema leva muito tempo para fazer isso é dá até um apito sonoro irritante, assim a roleta travou, lá estava o chimpa na frente do ônibus reclamando com o cobrador e o motorista, que não iria pagar outra passagem, desceu logo em seguida e nem prestei atenção aonde ele desceu.

Como um belo imã de problemas e idiotas, sento ao lado de uma retardada que não sabia que parada que iria descer. Aí eu toco nos seguintes pontos:

1- Por que a pessoa não se informa antes de sair de casa?

2- Os celulares não são só para facebook ou zapzap, eles já vem com um app de mapas vindos de fábrica que ainda permite usar como gps. Por que não usas?!

3- Se não tem um celular moderno por que não traça a rota ou pesquisa o local antes por um computador?

4- Se não tem um computador ou celular que permita isso, porque não anda com um mapa!

Não sou pago para dá informações e não ganho nada com isso. Ajudando-a só mantenho em sua zona de conforto e burrice.
Bota esse cérebro para funcionar kct! Ele não foi feito apenas para ocupar o espaço de uma cabeça oca que pensa apenas em cerveja e sexo.

Saco meu livro para ver se ela se toca e para de me perturbar.

Enquanto essa retardada me perturbava perguntando a min e outros passageiros como ia pra fazer pra chegar a tal lugar, um velho gordo discutia com o cobrador dizendo que o energúmeno que passou o cartão não devia pagar outra passagem, que ele já foi do setor e sabe como funciona.

Porra nenhuma, o cobrador estava com a razão e mesmo assim o velho enchia o saco.

Falando a mesma merda e o pior defendendo o errado, sua burrice de passar o cartão e ser lerdo passar pela catraca.

Perder dinheiro é o imposto dos idiotas.

O inútil mórbido deveria saber como funciona há 30 anos, não agora com tudo eletrônico. Isso só comprova quanto o burro não consegue ficar calado.
Tem que exibir sua ignorância para todos, afinal de contas mostrar burrice nessa pocilga é considerado bonito.

Parar para escutar uma pessoa idosa aqui é perder tempo, elas não acrescentam em nada a sua vida e ainda por cima se orgulham das malandragens realizadas na juventude levando em conta sua situação de aposentado(a) mais do que comprovam que toda essa malandragem não valeu a pena.

Logo depois esse senhor desceu junto com a retardada que me perturbava. Voltei a ler sossegadamente meu livro.

Um pouco mais que a metade do caminho um homem pergunta se o ônibus passa em tal lugar, os motoristas falaram que não e o infeliz ainda ficou perguntando quais linhas ele deveria então pegar para chegar a tal lugar. O motorista e cobrador dão as informações não demora muito e seguimos a viagem.

O ônibus pega um caminho diferente dos que pegava a 2 meses atrás, uma mulher começa a ficar nervosa.

-Ué ele não vai mais a tal avenida?

As outras mulheres ao meu redor:

-não, ele mudou de caminho.

-Mas ele vai a tal ponto?

-Não, ele agora só vai até certo ponto e depois volta (o motorista já tinha dito a mesma coisa para o homem momentos antes).

Aí elas começam a conversar entre si com tons de indignação com suas vozes irritantes e argumentos tão profundos quanto um pires. Eu tentando terminar um capitulo, só faltavam 2 páginas para terminar e chegar no trabalho e elas de macaquices.

Em demonstração de empatia uma falou que morava em tal lugar e agora tinha que pegar dois ônibus (sendo que o local que ela mora ainda passa uma linha sem modificações).

Quando uma das bonobas perguntou exatamente sobre essa linha, elas ficaram caladas pensativas, já que não sabiam se elas tinham mudado ou não.

Elas saltaram antes do ponto da integração e tive paz para terminar o capitulo antes de chegar ao trabalho.

Update: Na volta do trabalho, senta uma puta e sua amiga fica em pé tagarelando, sobre o face, zap zap, unhas e outros interesses de putas, berrando pra cacete e dificultando a leitura de meu livro, a que ficou em pé só desceu na metade do caminho enquanto a outra passou o resto da viagem mexendo no celular e se maquiando. Como de costume, sempre aparece uma retardada(o) que pede pro motorista abrir a porta dos deficientes, tudo por preguiça desviar um simples olhar para o fundo do ônibus para saber se tem outra porta.

Update 11/12/15: Nada muda e parece que nada irá mudar, mais uma vez um chimpa querendo descer pela porta errada, dessa vez o infeliz sentou atrás e foi pro meio do ônibus não sei porque, a burrice é algo inexplicável, ao chegar perto da baldeação, um velho começa a esbravejar perguntando se o ônibus não ia mais para a zona sul, o motorista aos berros: Já faz mais de um mês que a linha mudou, reclama com a prefeitura!
Até eu dessa vez eu puto com o velho berrei também, já faz mais de um mês! Ele desceu do ônibus xingando fpd, fdp, fdp...

Comportamento normal dos brs no transporte público.
 
Aí vem a reflexão.

O anúncio da racionalização das linhas de ônibus no Rio de Janeiro já estavam sendo feitos a 4 meses (fonte), já faz praticamente dois meses (fonte) que as linhas estão fazendo os novos trajetos. Antes de haver a mudança foi noticiado em tudo quanto é lugar, nos pontos de ônibus ficavam terceirizados da prefeitura dando panfletos com as mudanças dos itinerários e mesmo assim as pessoas “não ficaram sabendo” da mudança.

O que me leva a concluir o seguinte. Isso aqui não tem mais jeito. Se nem coisas que podem influenciar diretamente a vida dos chimpas eles procuram informações, quem dirá mudar um país onde a maioria só conhece seu candidato na hora de votar.

Por isso não tenho orgulho de ser brasileiro, não aprovo seus costumes, não temos uma cultura ou identidade cultural (tudo foi criado ou imposto pelo governo/mídia) e se pudesse eu sairia desse chiqueiro e dispensava nossa maravilhosa cidadania.

Farewell

sábado, 5 de dezembro de 2015

Porque ser inteligente não é sinônimo de sucesso.

Este post pretende ser bem curto, até porque fala de algo óbvio. Vivemos em uma coletividade cada vez mais emburrecida, quantas vezes você já não deve ter se perguntado se realmente estamos evoluindo. Provavelmente várias né?
Por isso nesse post irei descrever o porquê ser apenas inteligente não te torna bem sucedido, seja na vida pessoal como profissional.

Exemplos de pessoas inteligentes não faltam: Bill Gates, Sergey Brin e Larry Page, Mark Zuckeberg, Nikola tesla, Albert Einstein, Warren Buffett, Ludwig van Beethoven Silvio Santos, Jack Ma e milhares de outros.

O que todos eles têm em comum? Externalizaram sua inteligência transformando suas ideias em algo de valor.

Quando digo valor, não quero dizer dinheiro (grana é só um meio de troca), mas que é utilidade para a sociedade como um o todo.

Imagine se eles ficassem em casa só reclamando da vida e da deficiência intelectual dos outros em vez de focar no que eles faziam de melhor e externalizar seus desejos de mudança.

Sua cabeça é seu cofre, só você sabe o que se passa dentro dela e o que deseja fazer. Teve uma ideia que pode solucionar pequenos problemas do seu dia a dia? Por que não a bota em prática? Precisa de ajuda? Procure alguém que possa ajudar.

Teve uma ideia de um produto ou serviço revolucionário, mas não tem dinheiro para começar a agir? Procure alguém que queira investir, bote suas ideias no papel, use do networking, tenha um bom advogado (mal necessário), procure pessoas por perto de sua confiança e comece por a mão na massa para produzir esse produto ou serviço.

Não conseguiu fundos suficientes para isso? Patenteie, deixe que a humanidade saiba o que você está pensando, quem quiser comprar a ideia irá te pagar por ela, quem cria nunca sai perdendo.

Repare que cursos de pouca utilidade e que consequentemente quando se consegue emprego paga-se mal, são os que lidam apenas com a psique. Pois lidam com o inconcreto e inalcançável e sempre são para a magistratura virando apenas mais um peão do governo.

O ato mais difícil é começar, depois de sair da inércia você verá os resultados rápidos!

Se possível mude de ambiente, às vezes é preciso se livrar de quem te puxa para baixo.

Resumindo: Externalize sua psique, procure pessoas que pensam iguais a você, procure sua tribo, busque se desenvolver pessoalmente que as outras áreas melhoram em conjunto gradativamente.

Em vez de apenas pensar em fazer, faça!

Não adianta apenas pensar em mudar sua vida e fazer as mesmas coisas esperando que dê resultados diferentes!

Musica motivacional:

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Calculadora de aportes e aposentadoria

Já é conhecido que o INSS é um sistema furado que é preciso muito mais pessoas pagando do que recebendo (originalmente 10 para 1) e com o envelhecimento da população, o gráfico demográfico está deixando de ser uma pirâmide para virar um quadrado, ou seja, o mesmo que aumentem significantemente a idade mínima para se aposentar (como o governo fez este ano) a quantidade de pagadores do imposto (experimenta trabalhar pela CLT e não pagar o INSS) será menor que os favorecidos, a previsão que isso aconteça está por volta de 2040/ 2050 outros mais pessimistas apostam em 2030, ou seja, você que nasceu depois de 1980 não irá conseguir se aposentar. Isso já é demonstrado atualmente belo déficit criado por pegar o dinheiro do extorquidos para financiar negociações escusas que apenas os governantes e seus amigos se beneficiam e que essa bomba só não estourou ainda porque o governo vive injetando dinheiro das loterias (imposto voluntário) e outras fontes para manter o esquema ativo, imagine a choradeira e a miséria dos futuros aposentados, por isso comesse a poupar a partir de agora.

Os links com melhores explicações sobre esse crime econômico pode ser visto aqui, aqui (cópia melhorada), aqui e aqui.

Hur dur, mas a gente paga o INSS como se fosse uma poupança para depois receber....duh huh

É mesmo? Eu fiz o seguinte experimento, se em vez de "contribuir" para o INSS. Se você ganhasse um salário mínimo desde 1994 e fizesse 65 anos hoje e quisesse se aposentar o quanto você teria aportado e o quanto você viveria até os 75 anos de idade (tempo de vida médio do brasileiro estimado pelo IBGE).

Nossa estou rico!

Acumulados esses R$ 33.611,49 quanto eu poderia sacar por mês como se fosse minha aposentadoria?

Acho que trabalhando no Bob's você ganharia mais.

Boa sorte! Sabe por que isso acontece? Porque o reajuste de aposentadoria não bate com nenhum tipo de investimento. Quem ganha salário mínimo o cálculo é acima da inflação e quem ganha mais de um é reajuste é feito pelo INPC. A poupança na maioria das vezes perdeu na quantidade de juros para a inflação (fica mais evidente de 2010 para trás). Ou Seja, mais um motivo para o INSS com seu esquema Ponzi está quebrado, só nessa matemática simples já demonstra que paga-se mais do que se arrecada.

Só valeria a pena se aportasse o valor da contribuição dobrada ou 40% do seu trabalho, (interessante como fica próximo do o valor que pagamos em impostos médio de tudo), o valor exato seria de R$ 822,19 uma aposentadoria acima do salário mínimo, mas que nos próximos reajustes estará completamente defasado.

Caso queira fontes a planilha com os cálculos está aqui. Adaptei a planilha de poupança dos clubes dos poupadores para esse experimento.

Então....
Como ultimamente eu ando lendo muitos blogs de finanças peguei algumas ideias para produzir a planilha abaixo.

Nela você só precisa preencher os seus aportes mensais, o tempo em anos que você espera poupar, a taxa do seu investimento e o tempo que você achar que irá viver depois que conseguir sua IF.

Assim que inserir as informações desejadas a planilha retorna o valor de sua aposentadoria até zerar o caixa.

https://docs.google.com/spreadsheets/d/1rc6wt4zatp-1U_hWg9Gwf4QhaCRtdutDoC_9OKnmhpw/edit?usp=sharing

Clique aqui para baixar

A planilha é de uso livre, desde que mantenha os créditos originais.

Abraços e bons aportes!